Estudantes da Escola Municipal D. Arlete Magalhães - EDAM, no bairro de Castelo Branco em Salvador, promoveram a 1ª Feira Empreender para a Vida, nos dias 29 e 30 de agosto, que teve por objetivo incentivar o empreendedorismo, cooperativismo e a educação financeira para estudantes. A Feira fez parte do Coopersementes - projeto desenvolvido pelo Sicoob Cred Executivo.

Estudantes da Escola Municipal D. Arlete Magalhães - EDAM, no bairro de Castelo Branco em Salvador, promoveram a 1ª Feira Empreender para a Vida, nos dias 29 e 30 de agosto, que teve por objetivo incentivar o empreendedorismo, cooperativismo e a educação financeira para estudantes. A Feira fez parte do Coopersementes - projeto desenvolvido pelo Sicoob Cred Executivo.

Durante 6 meses professores da Escola Municipal D. Arlete Magalhães passaram por um processo de capacitação com conteúdo acerca das abordagens interdisciplinares necessárias para a ressignificação das práticas pedagógicas pautadas nos fundamentos da educação empreendedora, cooperativa e financeira. Assim, nasceu a 1ª Feira Empreender para a Vida, que reuniu estudantes do 3º ao 9º ano do ensino fundamental e da Educação de Jovens e Adultos – EJA para montar barracas de diversos produtos, tais como bolos, doces, roupas, acessórios para cabelo, plantas e etc.

 

Kezia Pereira e Francieli Ferreira, da barraca Doce Desejo contam que todo o valor arrecadado será destinado para a festa de formatura do 9º ano. “O nosso grupo conseguiu aprender mais sobre a educação financeira e como trabalhar em união. Dividimos a equipe em Marketing, Produção, Ouvidoria e Financeiro e assim conseguimos dar início a nossa mini empresa”.

“A Biocicle teve por objetivo incentivar que pessoas contribuam para um ambiente mais limpo, ajudando os bairros e consequentemente o planeta. Todos que foram em nossa barraca fizeram um cadastro que será enviado para cooperativas de reciclagem que transformam o lixo em adubo ou em outros materiais que serão reutilizados.  Assim, catadores irão recolher o lixo na casa de cada pessoa que deixou o cadastro. Além disso, todos ganharam um brinde com sementes para fazer sua própria horta em casa”, relatou Ana Beatryz Fernandes.

Mais de 30 barracas foram montadas na EDAM, durante os turnos da manhã, tarde e noite. Professores, pais, moradores do bairro de Castelo Branco e colaboradores do Sicoob estiveram presentes para apoiar a Feira e adquirir diversos produtos confeccionados pelos próprios estudantes. Além das barracas, aconteceu apresentação de valsa e de bandas da própria comunidade.

 

“O nosso objetivo inicial foi atingido: conseguimos plantar a semente do empreendedorismo e consequentemente do cooperativismo e educação financeira. Agora queremos propor uma mudança cultural, dando continuidade ao projeto na EDAM e buscar outras escolas para replicar esse modelo de sucesso. Concretizamos sonhos, despertamos outros e fizemos brotar competências e habilidades latentes”, afirma Petronio Alberto da Fonseca – Presidente do Sicoob Cred Executivo.

O projeto Coopersementes foi criado a partir de outro projeto social já praticado pelas cooperativas Sicoob Saromcredi e Sicoob Credialto, da Serra da Canastra, em Minas Gerais. E utilizando da mesma essência, não é intenção do Coopersementes buscar resultados imediatos, assim como o processo de educação demanda tempo para que as sementes plantadas, adubadas e irrigadas possam resultar em excelentes frutos. O propósito é que os alunos participantes do Projeto tenham a oportunidade de vivenciar práticas pedagógicas que os permitam refletir, experimentar, analisar e decidir com sabedoria sobre as melhores tomadas de decisões em suas vidas.

“Acreditamos intensamente que a educação transforma vidas, e perceber no semblante de cada jovem, presente na Feira, o quanto o empreendedorismo, cooperativismo e a educação financeira estão agregando valor pessoal e profissional na vida de todos, não tem preço. Tenho muita gratidão ao corpo docente da EDAM por acreditarem e abraçarem o projeto do Sicoob Cred Executivo. Faz parte do nosso propósito levar justiça financeira para a comunidade”, completa Michelle Ocké, Analista de Gestão de Pessoas e Responsabilidade Social do Sicoob Cred Executivo.

Para Cristina da Mata, Diretora da Escola Dona Arlete Magalhães, o Coopersementes representa uma excelente experiência de agregar mais conteúdo no currículo da escola pois geralmente não é explorando assuntos tão específicos. “Esperamos que o Projeto possa permanecer na EDAM e fazer parte da grade curricular porque a partir daí conseguiremos também aumentar o aprendizado em outras disciplinas tais como português, matemática e ciências sociais”.

Ao proporcionar aos estudantes, o acesso a um espaço de aprendizagem que ofereça oportunidades para o desenvolvimento de comportamentos e atitudes que os empodere a uma postura diferenciada diante da vida, o Sicoob Cred Executivo acredita cumprir o seu papel, tornando-se mola propulsora da evolução da sociedade onde está inserida.

Os professores da EDAM contarão com uma consultoria até o final do ano de 2019, a fim de sanar dúvidas e obter orientação acerca de um melhor aproveitamento das oportunidades pedagógicas para inserir nas disciplinas os conteúdos de empreendedorismo, cooperativismo e educação financeira.